segunda-feira, 24 de julho de 2017

REMOÇÃO DE TATUAGEM









REMOVENDO TATUAGENS

                                                                  TATUAGEM




       Aos 16 anos de idade, eu estudava no magistério em um conceituado Colégio de Freiras. Meus pais eram conservadores e jamais permitiriam que eu fizesse tatuagem. Porém, o meu comportamento era um pouco rebelde. Eu usava cabelos longos, muitas pulseiras e comecei a namorar. O meu namorado (hoje marido) tinha um dragão tatuado no braço e um olho no pé. Certa vez, tive a ideia de fazer um olho idêntico no mesmo lugar... Primeiro tatuei sozinha, com uma máquina caseira que ligava no isqueiro do carro. Uma invenção dos colegas do meu marido. Eu já tinha o gosto pelo artístico e ninguém precisou me convencer para desenhar e colorir no corpo. Depois, sem jeito de esconder, foi muito desastroso quando os meus pais viram o meu pé tatuado. Meu pai gritou comigo:
              - Vá lavar o pé!
        Mas era tarde demais! A tinta havia penetrado e não tinha mais como limpar.
        O meu pai ficou muito desapontado. Começou a falar que os desenhos são bonitos nos quadros, sem necessidade de tatuar o corpo, justamente porque a permanência é para sempre! Foi então que eu respondi:
            - Pai, eu sei que é pra sempre!
         Meu pai desistiu de falar comigo. Passaram dias, meses, e continuava um clima difícil. Mas os  meus pais são maravilhosos e tudo ficou bem. Continuaram me tratando como princesa, embora o meu estilo fosse muito mais puxado para o hippie.
          Nesse final de 2017 completarei trinta anos de casada. Anos passaram... mais cinco tatuagens foram feitas... Quatro delas eu falei que era pra representar cada uma das filhas... Hoje acho isso tão infantil! Além, é claro que existe sim alguma influência tanto para fazer como para tirar a marca, certa vez, escutei em uma Igreja, que as pessoas são aceitas da forma que são, mas se possível, a minoria que se entrega totalmente à Jesus e à Deus, que não mais pintasse o corpo, mas preservasse intacto  como sinal de pureza. Algumas noites depois, acordei em verdadeiro pânico no meio da madrugada! Eu tinha calafrio e sem motivo algum parecia que a tatuagem literalmente estava me fazendo prisioneira... Uma sensação terrível tentou me dominar e se houvesse possibilidade eu arrancaria aquela tatuagem na hora! Trata-se de uma rosa com um tribal que circula o tornozelo, Parecia que a minha tatuagem iria fechar como algema travando os meus caminhos, a minha vida e o meu destino. Chorei bastante. O meu marido me acalmou. agradeço muito ao tatuador de um shopping da cidade onde eu fiz a tatoo... porque na época eu queria unir as pontas do tribal completando o círculo no tornozelo, mas o tatuador teve tanta presença de espírito que me aconselhou a deixar aberto! Ele foi genial! Só mesmo o jeito especial daquele rapaz, que nem sei o nome,  que foi capaz de conseguir me convencer, porque eu era bem mais arrogante e determinada.  Que bom que foi só um mal passageiro, logo fiquei bem outra vez! A novidade é que a totalidade do meu estilo foi dobrada sem qualquer esforço pelos sonhos dos meus pais. Contudo, descobri que aos dezesseis anos eu não sabia o que significava PARA SEMPRE... Por coincidência, iniciei a remoção de duas tatuagens, num procedimento com laser. A técnica que utilizei doeu, queimou, sangrou e somente clareou a tinta...ainda não apagou. Cuidando da saúde e reconstrução da pele, uma nova aplicação de laser, se eu fizer, será após boa cicatrização, isso nessas duas pequenas porque já iniciei. Pois as outras são muito maiores e se a tecnologia não puder evoluir para algo mais indolor até as minhas possibilidades, morrerei desenhada e colorida.
          Ah.... eu pedi desculpas aos meus pais pela minha desobediência na fase da adolescência. E, saindo do procedimento com laser, fui mostrar à eles. Foi muito emocionante quando ouvi dos meus pais que eu já não precisava mais passar por isso, que eu estava sim desculpada e que não ferisse mais o corpo com o laser. Que o amor deles era suficiente o bastante para me amar do jeito que sou.


         Que Deus receba o meu pedido de desculpas, a minha eterna gratidão e amor! Entendo que pureza está na alma, nos olhos e julgamentos!
         Quando eu fiz as tatuagens, fiz com alegria! Quando tentei remover também! Com as que sobraram sou feliz também! Se eu resolver fazer mais, também seriei feliz! Assim que tem que ser!









Postar um comentário