quarta-feira, 19 de abril de 2017

19 de abril...@(0.0)@...DIA DO ÍNDIO


O   ÍNDIO


       
O índio,
 por tradição,
preservou a cultura natural,
mostrando um modo de vida
diferente do povo urbano.

Os índios
habitavam em ocas,
viviam nas matas,
vestidos de folhas e penas.

Do atrito das pedras
faziam fogo.

Da lenha,
sementes,
raízes,
caça
e pesca,
geravam alimentação.


Cocares,
colares,
brincos,
braceletes,
tribais,
pinturas,
lanças,
arco e flecha,
machadinhas,
ervas curandeiras
e o soar dos
cânticos:
gritos de guerra,
dança da chuva...
Ritmados com maracás:
os seus chocalhos
com barulho de contas,
 enfeitados
com dentes de sabre.

O índio usou a madeira
e fez a jangada
cruzar suave o
 leito das águas,
sem prejudicar a floresta.

Índios, habilidosos,
construindo
utensílios,
artesanatos,
redes,
tachos e
vasos de barro,
cestarias,
e a sua moradia.

Índio,
povo forte
e valente!
Cuidando do solo,
cultivando a terra,
plantando sementes,
arando,
fazendo colheita...
Cobrindo a sua índia
com flores!
Doce aroma de flores...
perfumando com vida,
novos
indiozinhos!


Das aventuras
em cavernas e
cachoeiras,
aos
banhos nos lagos,
galopes à cavalo,
cerimônias de respeito
na tribo
dos Pajés e Caciques.
Tudo organizado!

Essa é uma simples lembrança
do índio,
com a pureza do som ecoado
nas montanhas,
dos longos cabelos negros
ao vento,
ou perfeição da imagem
refletida na água bebida
em concha.

Há quem diga
que ainda consegue ver
o índio sentado
com pernas cruzadas,
postura ereta,
fazendo sinal de fumaça?

E vai, ao longe...
um índio!


Tal descrito,
em dias atuais,
 pode ser considerado
somente lembrança
trazida da imaginação,
dos filmes
ou livros didáticos.

Muitos índios vieram
morar na cidade
adotando os hábitos
urbanos.


Índio sempre será índio!
sabe onde está o peixe
e interpreta o canto
dos pássaros!



SALVE O DIA 19 DE ABRIL

DIA DO ÍNDIO.
Claudia Ivanike
Postar um comentário